Democracia à brasileira


Nos últimos anos o Brasil parece ter acordado um gigante que foi as ruas mostrar o quanto o país pode estar se tornando cada vez mais politizado e consciente de seu papel cidadão. No entanto, muitos torceram os narizes duvidosos achando que tudo não passava de uma farsa orquestrada pela classe média induzida pelas classes mais altas da sociedade.

Ao observarmos as eleições fica claro a evidência de que esta "teoria de conspiração" se torna cada vez mais verdadeira. Afinal de contas, não se muda do dia pra noite a cultura de um país colonizado por bandidos, construído por indesejáveis cuja independência foi negociada através de uma dívida absurda que pagamos até hoje e que só beneficiou nossos colonizadores europeus!

A prova disso é que, o dito "povão" o suprassumo, o elemental da cultura brasileira, continua elegendo os mesmos caras e sendo ator dos mais tristes vexames eleitorais que o mundo pode ver:

O mar de santinhos continua espalhado pelas ruas nos dias das eleições, porque o candidato, mesmo sabendo que isto é ilegal, joga seus "papéis" nas ruas na madrugada antes da votação sabendo que existem pessoas que podem ser convencidas com toda aquela sujeira. Ou então pior, ainda acreditam no cidadão de "bem", que indeciso mesmo estando na boca da urna, fecha os olhos e "sorteia" seu candidato escolhendo cegamente um "santinho" dentre todo aquele lixo espalhado na calçada.

E falando no mal hálito da "boca de urna" o que dizer desse Brasileiro cidadão que ainda aceita R$50 e um lanche para cometer um crime eleitoral de angariar votos no dia da eleição? Isso quando o próprio candidato, representante maior da democracia, não se presta a tal ato vergonhoso de posse da certeza da impunidade.

Isso quando o cidadão democrático Brasileiro não troca seus votos por um favor miserável como uma cesta básica ou um saco de cimento.

Cada vez mais devemos parar de bater palmas para este circo político que foi instaurado com muito custo desde nossa fundação enquanto pátria, e por fim admitir que o Brasil precisa de muito mais do que uma "simples" reforma política, e sim de uma reforma cultural que só poderá ser alcançada através da educação, que por algum motivo "desconhecido" os políticos insistem em sucatear.

Comentários

Artigos populares