Top 5 músicas do meu livro Illuminati


Você conhece o meu romance ILLUMINATUS: O Touro de Bronze? Nele a gente tem uma história intrigante que envolve uma das teorias de conspirações mais famosas da atualidade: os Illuminati. O livro e recheado de referências musicais e está sendo publicado parcialmente de graça no Wattpad. Mas você pode ler na íntegra no Kindle.

Eu sempre gostei dessa ideia de misturar referências musicais nas histórias. Por isso acabei criando uma playlist no Spotfy onde você pode ouvir todas as músicas citadas ao longo da história:


Quando comecei a escrever este post a primeira ideia era explicar o porque de cada música estar em cada momento da história. Mas eu achei isso meio chato, afinal de contas, boas histórias são como boas piadas, se você precisa explicar depois ela não tem graça.

Mas, se você é um leitor saiba que cada uma dessas músicas foi verdadeiramente garimpada na internet, e muitas vezes por conta das letras que praticamente ajudam a narrar a cena.

Geralmente, se você prestar atenção na letra da música vai entender porque eu fiz a referência, mas algumas são referência menos óbvias e as mais obscuras, e é dessas que vou falar aqui. Isso porque eu acho que são referências que muito pouca gente vai pegar.

Acredito também que eu preciso dar algumas pistas sobre o final da história que, eu repito, apesar do que muita gente pensa NÃO É ABERTO. E as referências musicais, pra quem conseguir pegar, ajudam a contar um pouco da história.

5. Nights in White Satin - The Moody Blues (Justin Hayward)

Muita gente nunca ouviu falar dessa música, muito menos dessa banda, mas ela aparece em vários filmes e principalmente em seriados de TV. Eu gosto de dar clima as cenas, e usar músicas que deram clima a cenas me faz acreditar que ajuda a dar um empurrãozinho na imaginação do leitor.

Veja exemplos de filmes que usaram essa música:

Dark Shadows (2012):



Casino (1995)



E muitos, muitos outros...

4. "Chain Gang" do Sam Cooke.

Um dos maiores músicos da história e um dos fundadores do Soul, Sam Cooke ficou muito conhecido também por suas posições políticas. O artista fazia criticas sociais ferrenhas principalmente no que se refere ao preconceito nos EUA.


Cooke foi morto durante uma briga com a gerente do hotel onde ele estava hospedado. Ele foi baleado por ela. Existem várias teorias de conspiração sobre o ocorrido.

3. "Admirável Gado Novo" de Zé Ramalho e "Cálice" de Gilberto Gil e Caetano.

Fora a letra que combina com a cena, que eu como eu já disse é fator decisivo na hora da escolha, ambas foram compostas durante a ditadura militar do Brasil, por isso estão juntas aqui.

A música de Zé Ramalho, antes de ser um dos temas da novela "Rei do Gado" tem por referências segundo o autor, os clássicos da literatura "Admirável Mundo Novo" e "1984", clássicos essenciais para todo teórico de conspiração (não, os teóricos não assistem só Matrix!).

Cálice foi uma música, inclusive, censurada pela ditadura. Mas, eu prometi coisas "não tão óbvias" a vocês. A música tem muitas mensagens ocultas, um exemplo disso é o próprio título que, segundo os artistas é uma espécie de "trocadilho" com a expressão "cale-se", referindo-se a censura da época.

O texto principal da música é sobre tentação, estamos falando do "cálice" de vinho oferecido a Cristo durante a crucificação. Temos trechos bem religiosamente polêmicos como "de que me vale ser filho da santa, melhor seria ser filho da outra". Há também mensagens que são apenas piadas internas, como o "monstro da lagoa".



Mas, além da referência da letra (sempre a letra!), existe uma piada no ramo musical sobre essas explicações de letra de música, principalmente no que se refere a artistas da MPB. Alguns alegam que essas associações podem ter sido feitas de forma póstuma, ou seja, depois da gravação da música, e que seriam inventadas até mesmo durante as entrevistas.

O que também é uma clara alusão as associações feitas pelas teorias de conspiração...


2. Weapon of Choice do FatBoy Slim.

Falar muito sobre essa música seria um Spoiler. Mas eu escrevi um artigo falando só sobre o Fatboy que, se você quiser saber mais, pode ler aqui. Além disso esse é um dos clipes mais famosos do artista que possui, inclusive, uma música chamada "Illuminati" e um hit que se chama "The Rockafeller Skank". Mais detalhes no já citado artigo.

Assista o clipe da música:


Antes do Topo, algumas menções honrosas:

Músicas utilizadas porque a letra PRATICAMENTE descreve a cena, ou o que os personagens estão pensando (dica!):
  • Novo Aeon (Raul Seixas)
  • Man in a Box (Alice in Chains)
  • Radio Song (R.E.M)
  • Heaven Knows I'm Miserable Now (The Simiths)
Músicas que aparecem por serem referenciadas em documentários de teoria de conspiração, ou ser a trilha sonora dos mesmos:
  • Imagine (John Lenon)
  • O Fortuna (Carl Orff)

1. "Peer Gynt Suit No.1, Op 46: "In The Hall of The Mountain King" de Edvard Grieg.

Pra pegar essa você precisa ser muito fã de cinema e muito fã de música clássica. Pra começo de conversa essa é uma das várias óperas inspiradas em obras de literatura. Nesse caso temos uma fuga, onde o protagonista Peer Gynt foge da caverna onde mora o rei dos Trolls.

O que pouca gente sabe é que esta é uma das músicas mais referenciadas da história do cinema! Isso porque é referenciada num dos primeiros filmes sonorizados do diretor Fritz Lang: M.


Na história, um assassino assobia a opera de Grieg em várias cenas do filme, o que muitos dizem ter popularizado esta música no cinema. Porém, segundo o site IMDB a primeira aparição desta música foi em "Why to be Good" (1929), e depois em "Hells Bells" (1929), um curta animado dos bem sinistros produzido por ninguém menos que Walt Disney.


A trilha curiosamente também é citada cerca de 13 vezes em Tiny Toons e aparições mais recentes dela podem ser vistas em filmes como Rede Social (2010) e aquele filme do "Mr. Bean": Johnny English Reborn (2011). Não é atoa que ela dá nome a primeira parte da história.

Sem dar spoilers, é importante ressaltar que a história de Peer Gynt tem um enredo meio parecido com a de Gabriel. Mas isso é um sub-texto que você precisa ter muita curiosidade pra entender e vou dexiar por sua conta. ;)

Quer mais referências?

Leia o livro. Clique aqui. Tem alguma dúvida? Deixa um comentário. Lembrando que eu nem falei de todas as músicas, e elas não são todas as referências que temos no livro. ;)

Comentários

Veja também:

Artigos populares