Game of thrones está ficando ruim - Comentando a batalha dos bastardos.


No meu post sobre "Explicando os Plot Twists a Luz da Psicologia" eu explico que a série Game of Thrones é boa justamente por trazer reviravoltas que surpreendem o público sem serem gratuitas, ou seja: sem usar artifícios baratos!

Alguns desses artifícios baratos, por exemplo, são os eventos "Deus Ex Machina", quando um personagem (ou evento) surge do nada, sem contexto, para resolver um conflito... Tipo a Daenerys chegando com dragões pra resolver a coisa toda, ou mesmo um "exército que aparece na última hora" para salvar o um personagem, assim como aquelas águias do Senhor dos Anéis.

Tá certo, vocês vão reclamar, tem contexto sim. Eu sei. E não é que a série esteja ficando realmente ruim, mas comparado com trechos geniais da narrativa como o "Casamento Vermelho" o mesmo o fim do arco do Ned Stark na primeira temporada, chega a ser inocente um episódio como foi o da Aria Stark dando uma de demolidor.

O GRANDE PROBLEMA É A FALTA DE CAUSALIDADE NAS AÇÕES:

Concordo que cinematografia das batalhas deste episódio foram épicas, e que você também precisa recompensar o público pela quantidade de tragédias que aconteceram com os Stark, mas na minha opinião, todas as coisas legais que estão acontecendo não combinam com o clima e o contexto que a narrativa da série criou nas primeiras temporadas.

Aliás, quando personagens se tornam "invencíveis" ou mesmo "habilidosos demais" a nossa identificação com eles tende a cair, afinal de contas nos identificamos com o que nos é semelhante, pelo menos "psiquicamente". A verossimilhança dos personagens tem que estar nos conflitos emocionais, não importa se você tem um dragão ou se é imortal: se o conflito emocional for bem construído o personagem será mais crível!

O QUE PODE VIR A SEGUIR:

Muito do que aconteceu nesses últimos episódios pode ser encarado, se você fizer bastante força, como uma "evolução dos Stark", que eram um bando de paladinos perdidos no mundo de "Trevas". O arco da Sansa parece estar agradando bastante o público e isso é bom pra audiência que, igualmente inocente, torce tanto pra esta casa. Mas eu insisto que, por mais que o personagem tenha sofrido no começo da história isso pode não ser justificativa pra suas ações no futuro.

Porém eu acredito que, para manter o bom clima da série o preço dessa sequência de vitórias será caro para os personagens, já que todos sabemos que o inverno tá demorando a chegar, mas vem aí e o mindinho, como trailer do próximo episódio já revelou, vai cobrar seus "favores".

Mas, vamos continuar acompanhando e esperar que esse clima de #Fanfic que a série está tomando seja apenas momentâneo e as consequências dos erros dos personagens sejam cruéis, porque isso sim é Game of Thrones.

;)

Comentários

  1. Então quer dizer que se um Stark não morre ou perde na história, ela está ficando pior por causa disso, por que o normal seria um Stark morrer, por que o diferencial da série é que os mocinhos pra quem todo mundo torce sempre morre? Claro que não. Não existe vilão ou mocinho em Game Of Thrones, então quem morre ou deixa de morrer não afeta em nada no perfil da série. As coisas acontecem. O Jon ganhou a batalha dos bastados não por que é o "queridinho pelos fãs", mas sim por que um exercito já estava a caminho para lhe socorrer. E como GoT não está imune aos clichês que já estamos acostumados, esse exercito chegou na hora H.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ao meu ver não é questão de quem se dá bem ou mal. É questão da falta ou pouca exploração da causalidade dos eventos.

      Excluir
  2. Ta bom, ja li opiniões mais lixoxas. O que resta é respeitar por mais tosca que seja, e assistir o Ep. Final e a próxima temporada, pq né? GoT não vai parar por bobeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por respeitar a minha opinião. Aliás, mesmo que eu tivesse o poder de "parar" a série eu não faria isso porque, mesmo com essas bobeirinhas que eu apontei a série é muito melhor do que muita coisa que se vê por aí. Obrigado por comentar! o/

      Excluir
  3. Não espero nada, alias espero apenas o sexto livro... a série é um brinde

    ResponderExcluir
  4. Sequencia de vitórias? É a primeira vez em 6 temporadas que um Stark se dá bem, e você ta chamando isso de sequencia de vitórias?

    E não faltou causalidade não, fera. O roteirista colocou a Sansa se envolvendo com o Mindinho na última temporada e isso foi crucial para que ela pudesse contar com a ajuda dele nessa batalha. Faltar causalidade para os dragões? A parte da Daenerys ficou punhetando 6 temporadas para que finalmente a gente percebesse a utilidade desses dragões. Dragão cospe fogo mesmo, amigo. Não precisa de causalidade pra isso, precisa? Viajou na maionese. rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é que a causalidade não exista. Talvez, precisasse ser mais forte. Mas é apenas minha opinião fecal. ;). E os Stark estão "se dando bem" sim.

      Excluir
  5. Concordo que não teve uma grande reviravolta como o Casamento Vermelho, mas o intuito do episódio não era esse. Era mostrar a guerra propriamente dita: se você olhar por esse ponto de vista foi tão agoniante - ou até mais - quanto o Casamento Vermelho. Porque sinceramente ninguém sabia o real desfecho e foi até uma reviravolta os "mocinhos" vencerem, já que até agora eles somente perderam. O realismo existiu em face das condições da guerra, principalmente naquele cerco, na ação impensada do Jon de tentar salvar o irmão, mesmo não tendo chance (Ned Stark 2.0), e a chegada dos cavaleiros Arryn foi aquele alívio em meio a tanto sufoco, mesmo que já houvesse desconfiança que eles chegariam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com sua concordância, meu nobre. Hahaha

      Excluir
  6. São opiniões como essas que me dão a certeza de que a internet é muito mal utilizada.

    ResponderExcluir
  7. ele só quer ver mais peitos e mortes gratuitas, nada novo até aqui. é o tipo de pessoa que só está feliz em meio a desgraça alheia (nesse caso dos personagens e das pessoas que torcem por eles)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que minha opinião foi justamente o contrário disso. Mas, o que você tem contra peitos e mortes gratuitas? Fale mais sobre isso. ;)

      Excluir
  8. "Isso sim é Game of Thrones" Disse o autor do livro, acompanhado dos produtores da série, aquele que sabe mais de GOT que os deuses novos e antigos. HAHAHA. Concordo com você em partes. Tô irritada que essa temporada tá muito seevice e isso tá deixando alguns furos de roteiro passar despercebidos, mas, amigo, quem sabe o que é GOT é quem tá lá fazendo. Beeeeijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desqualificou a autoria da opinião, mas concordou. Tá valendo. =D

      Excluir
  9. Cara faz assim... Escreve a sua história "game alguma coisa" e seja feliz. Afinal quem é R.R. Martin, né. O cara só escreveu o livro na qual é baseada a série nada mais que a mais assistida no mundo, afinal o cara ñ deve entender nada, quem entende é você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só posso dar opinião sobre uma coisa que eu criei? Posso até fazer isso, mas me pergunto quantas pessoas iriam querer ler. E eu preciso de pageviews nisso aqui. =D

      Excluir
  10. Uma coisa me chamou a atenção no texto, enquanto o autor reclama dos motivos psicologicos dos personagens e dos cliches, ele mesmo mostra que enchergou o ep. com olhos de cliche (ou seja, pelo angulo do "heroi"), é verdade que os Cavaleiros do Vale chegaram na "hora H", mas e quanto aos motivos que levaram o Bolton a uma batalha em campo aberto (contra selvagens! que como todos no norte sabem, não são bons contra muralhas...). A derrota do Bolton se deu por seus motivos psicologicos, e por suas necessidades politicas, e isso é ignorado. Então, será que seria absurdo dizer que (nesse caso) o cliche está nos olhos de quem vê.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma boa observação. Mas é uma questão que não percebi, talvez não tenha sido explorado, e se assim foi, não conta. ;)

      Excluir
  11. Parabéns por expressar sua opinião. E foda-se ae a galerinha que tá dizendo que vc n pode opinar pq n faz parte da equipe que faz a série(isso n faz sentido) ou que só pq discordam a sua opinião seja lixo. Continue sendo sincero e n dê service pra esses acomodados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, DEUS. Sua misericórdia me engrandece.

      Excluir
  12. Acho que entendo seu ponto, mas discordo completamente. A série terá apenas 8 temporadas, e as proximas terão menos episódios. Então um desfecho precisa acontecer. Todos que venceram no "Deus ex Machina", ja tinha o plano todo em andamento. A chegada de Aryn foi o óbvio. A Sansa já havia mandado a carta, o plano estava feito. Não foi colocado atoa. Eles simplesmente planejaram essa vitoria com o diálogo anterior do mindinho e depois a carta e depois a chegada. Daenerys não chegou do nada com Dragões. Ela se fudeu prendeu 2 deles, Tyrion tirou e entao so deu merda vindo a culminar num entendimento entre eles e ai sim a destruição. Tudo foi premeditado, sabiamos q isso ia acontecer. DESDE O COMEÇO. Os pontos desgraçados de sangue e perda que vc citou fazem parte da construção da narrativa, mas agora acabou, a história está findando. E vai acabar, GOT está em seu processo de finalização. E eu discordo quando você diz que só nos identificamos com semelhantes. Erro. Também nos identificamos com algo que gostarímos de ser, mesmo que eles sejam personagens prontos ou fodões. Medíoicre todos somos. Então se identificar com fodões tb faz parte. E isso é uma opinião minha bem singular. Eu entendo seu ponto, mas me pareceu que você o colocou como verdade suprema. Mas tudo bem, faz parte. Obrigado pela discussão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até aqui, o melhor argumento. Tá bom, vamos dar uma de Jack O Estripador e vamos por partes:

      1.CAUSALIDADE:
      Um nexo causal FRACO ou mal explorado não o torna relevante. "Ah, mas é uma série, não tem tempo pra ficar explicando tudo", os caras ganham milhões e têm uma equipe de roteiristas a disposição. Tem mais é que se virar. ;)

      IDENTIFICAÇÃO COM OS SEMELHANTES:
      Fato, nos identificamos no ideal também. Muito bem observado. Mas se esse ideal for fantasioso demais, a coisa dá uma broxada. Uma prova disso é a quantidade de gente que se identifica com o Batman (NO MEU CIRCULO SOCIAL, TÁ?) ser maior do que o número de pessoas que se identifica com o superman... Apesar de eu achar o batman mais mentiroso. Mas isso é outra história...

      Obrigado pelo excelente comentário. Abraços!

      Excluir
  13. Relaxa, foi apenas 1 episódio que tudo ocorreu conforme o público gostaria contra milhares de mortes de personagens favoritos!

    ResponderExcluir
  14. Interessante seu texto, também acho que a série deu uma caída, mas você falou muito e no fim não falou nada. Queria ver mais da sua opinião e menos da defesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, cara. Se pegando leve desse jeito nego já me odiou de morte, imagine se eu fosse fundo? Mas eu acredito que não dá pra ser lógico sem ser razoável, por isso os muitos "poréns" no texto.
      Abraços!

      Excluir
  15. O problema aí é que nessas vezes em que eles ganharam era tudo ou nada, ou eles ganharam ou morriam. Eu duvido muito que eles queriam abusar da ressurreição dos personagens, e sem Starks a série perde completamente o foco original

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Apenas a título de curiosidade há um estudo sobre os livros que diz que na realidade o personagem principal seria o Tyrion O.o. Reflitam!

      Excluir

Postar um comentário

Veja também:

Artigos populares