[Micro-Resenha] 007 contra Spectre


Spectre encerra o arco de Daniel Craig como o agente secreto mais famoso do mundo, uma história que começou com o fantástico Cassino Royale que deixou os fãs da franquia animados para ver um reavivamento na série isento de galhofas.

No entanto, este longa se arrasta em mais de duas horas e meia de projeção que na verdade parecem dez, com um arco dramático pobre e easter eggs jogados na tela de forma banal fazendo rimas visuais com a série clássica sem muita efetividade na trama.

Spectre entedia, e nem mesmo possui a bela estética fotográfica de Skyfall. Uma triste despedida para um "Bond" que parecia ser tão promissor.

E eu ainda acho que deveriam dar essa série na mão de Christopher Nolan com direito a "licença para matar" os clichês da franquia. ;)

Comentários

Artigos populares