Resenha: Homem-Formiga


Se com o super-homem aprendemos que o homem pode voar, com este filme da Marvel aprendemos que o homem pode encolher... Ou será que aprendemos isso com "Querida encolhi as crianças" (1989)?

Sim, mais um filme de Super-Heroi da Marvel. O estilo cinematográfico que já está se tornando um clichê inclusive sendo satirizado de forma poética e inteligente em Birdman (2014) a cada ano alimenta a fome dos expectadores por capas e super-poderes. No entanto Homem-Formiga tenta quebrar alguns clichês das histórias de origem de super-heróis, mas no fim acaba entregando, de uma forma repaginada aquilo que já estamos acostumados a ver.

Um filme para toda a família, Homem-Formiga é genial ao fazer aquilo que os bons filmes fazem: entregar aquilo que nos promete. E se a Marvel promete entretenimento de qualidade, bom, ela entrega nesse filme. Com um bom ritmo, o filme nos entrega piadas, ação e até um drama bem pequeno, quase sub-atômico ;), fazendo com que as duas horas de projeção passem despercebidas.

O filme peca um pouco no quesito "ficção científica" ao apresentar alguns furos que são completamente irrelevantes por justamente se tratar de um filme de super-herói, e o roteiro muitas vezes força uma conexão com o universo Marvel, mas nada disso tira a qualidade do entretenimento prometido.

Classificação: IMAX.

Não conhece o meu sistema de classificação de filmes? Clique aqui.

Comentários

Artigos populares