Quanto vale um "Fanfic"?

Ah, o controverso e polêmico universo das "fanfics".

Eu adoro escrever fanfics, já disse isso no meu artigo "5 Motivos Para Escrever um Fanfic" e sempre repito isso.

Eu convivo com muitos autores independente e/ ou iniciantes que frequentam grupos e fóruns como o excelente e nesses lugares eu vejo muita gente vendo textos de fanfics como uma "arte menor" ou mesmo como se o autor desse tipo de texto tivesse menos competência do que um autor de um universo original.

NEM TODAS AS FANFICS SÃO TOSCAS.

Existe sim um universo bizarro das fanfics, no entanto eu acho que nem todos os "Fan Fictions"são bizarros.

Tem gente aí que gosta de escrever conto erótico da Xena, e até de Harry Potter, mas tem uma galera que acha apenas que seria divertido escrever sobre determinado personagem ou universo. Mas esse argumento eu já explorei no artigo "5 Motivos Para Escrever um Fanfic" que eu citei ali em cima.

Mas convenhamos que é um ponto que precisa ficar bem claro: nem todas são bizarras ou mal escritas como muita gente acusa por aí.

Outra coisa: nem todo mundo é OBRIGADO a escrever fanfics também. OK?

Mas eu acho que se você tem uma opinião que difere disso, nem estaria lendo este artigo. Mas se tem e está lendo, vamos lá. Tente acompanhar meu raciocínio.

O QUE EU JÁ GANHEI ESCREVENDO FANFICS.

Bom, eu não sei se isso vale alguma coisa ou se vai valer no futuro. Mas sinceramente? As fafics de certa forma ajudaram a promover meus textos originais.

As pessoas vêm até o meu blog por causa de um personagem ou universo que já conhecem, acabam se deparando com a qualidade da escrita e procuram outras coisas pra ler.

É aí talvez que encontrem meus livros pagos, não sei dizer ao certo, mas é uma possibilidade.

Uma prova dessa divulgação é que eu já fui citado em podcasts de peso como Matando Robôs Gigantes e o Nerdcast.

E aquele pequeno afago no ego também é um excelente pagamento.

Os elogios que recebi por conta do meu fanfic "Castelo Rá-Tim-Bum: Epílogo" me fazem ter orgulho de ter escrito isso até hoje. Aliás, esse conto também foi citado no Nerdcast na época que ainda rolava a publicação de contos na falecida Skynerd.

É PROIBIDO CRIAR HISTÓRIAS NO UNIVERSO DOS OUTROS?

Parece que pra alguns autores tudo vem da criatividade e da imaginação. Mas eu acho que se a gente fizer um teste de reflexão, nada é original!

E se você já leu o meu artigo "de onde vem a inspiração"sabe disso.

Além do mais, sociólogo Zigmund Bauman, autor do livro O Mal Estar na Pós-Modernidade que atualiza o clássico de Freud "O Mal Estar Na Civilização" diz que no mundo em que vivemos a vanguarda é impossível.

Mas você não precisa estudar sociologia ou psicologia pra chegar a esse veredito. Tudo que criamos, tudo que fazemos, por mais original que pareça tem influencia de alguma coisa!

É claro que se o seu ideal é construir algo original, do zero, beleza. Vá em frente.

Mas, sinceramente, na minha opinião não é a "originalidade" da sua arte que conta, mas sim a qualidade dela, ou seja, a capacidade de tocar outras pessoas com aquele sentimento.

É por isso que eu gosto tanto desse fanfic sobre o Castelo Rá-Tim-Bum, ele significa algo pra pessoas que lêem porque foi escrito por alguém que sente as mesmas coisas que elas quando está em contato com aqueles personagens.

QUANTO VALE?

Enfim, além da questão da divulgação hoje em dia já é possível vender fanfics na Amazon, pra você ter ideia. Ou seja, sim, a coisa tem uma proposta comercial com um monte de condições e muitos "e se". Mas tem.

Tá, pode não ter pra aquela fanfic erótica da Xena que eu citei ali em cima, mas quem sabe alguém possa escrever algo tão cativante que deixe de ser uma ficção criada por fã e vire cânon?

Aliás, leia aqui as minhas fanfics!

Comentários

Artigos populares