5 Verdades sobre técnicas de escrita


Ah, as técnicas de escrita.

No mundo em que vivemos existem muitas "fórmulas mágicas" para se chegar ao objetivo usando atalhos de pouca confiabilidade. Por outro lado, existem artistas capazes de criar métodos de criação únicos que tornam suas obras peças raras.

Mas existem 5 verdades sobre as técnicas que você precisa saber.

1. ELAS SÃO PENSADAS A PARTIR DA PRÁTICA.


Isso pode parecer meio óbvio, mas muita gente acha que técnicas são criadas a partir de insights que vêm do nada. Mas toda técnica é baseada na experiência e sobretudo no treino. Aliás, a simples posse da técnica não significa que o artista seja capaz de empregá-la com maestria.

Outro fato é que, muitas vezes as técnicas surgem da necessidade o artista organizar o fluxo do próprio trabalho, principalmente quando este artista vive ($$$) de sua arte.

2. MUITAS VEZES, SEUS CRIADORES NÃO AS SEGUEM.


Sim, apesar de muitos autores, após certo histórico de trabalho, elaborarem técnicas muitas vezes eles acabam deixando-as de lado. 

Isso porque as técnicas são um norte, não um dogma. Além disso, se todos seguirem o mesmo padrão toda arte seria igual.

3. NENHUMA TÉCNICA GARANTE A QUALIDADE.


As técnicas podem ser o esqueleto de uma boa história/ arte, porém o artista deve preencher esse casulo vazio com a sua alma.

O que torna uma obra de arte boa seja ela um livro, um quadro, uma escultura (etc) é a sua capacidade de registrar e transmitir o sentimento humano e isso nenhuma técnica existente é capaz de aplicar em 100% dos casos.

Isso porque a diversidade do pensamento humano é praticamente infinita, portanto se alcançar a uma porção dos corações já é uma tarefa quase herculana imagine então a totalidade deles?

4. USÁ-LAS NÃO FACILITA A ESCRITA


Há quem diga que usar técnicas facilita a escrita. Eu digo que discordo dessa afirmação.

As técnicas enquadram a arte, criam limites para ela. E trabalhar dentro de limites é uma tarefa extremamente árdua para seres criativos.

No entanto, somente a técnica é capaz de separar a arte da esquizofrenia, ou seja, a criatividade precisa de âncoras para que ela não se torne algo compreensível apenas pelo seu criador. A técnica poda a arte, e podar é deixar de lado, é cortar, é mudar algo e isso exige sacrifício por parte do artista.

5. TODO ARTISTA TEM QUE CONHECÊ-LAS.


Como dito acima, a técnica é o que separa a arte da esquizofrenia no sentido de trazer para a esfera compreensível a mensagem do artista.

Também foi dito que o artista que pretende se profissionalizar precisa delas.

E, de fato, mesmo que as repudie, todo artista precisa conhecer as técnicas de sua arte, mesmo que seja para subverte-las. Afinal de contas elas são o norte e o porto seguro da liguagem artística, até mesmo pela origem semântica no latim que significa, no fim das contas, "técnica".

Logo, se você quer levar a sério o que faz, conheça as técnicas!

Conhece alguma outra verdade? Comenta aí!

Comentários

Artigos populares