Sociodrama do Século XXI

Hei, você. É, você mesmo! Que fica se apegando a valores ortodoxos e descontextualisados, cuspindo preconceitos...

... Você está no século errado!


Não me venha vomitar moral e bons costumes sendo que você não os pratica.

Não me venha dizer que a música que eu escuto não é rock!

Não me venha dizer o que é rock.

Rock não é nada mais do que a arte de se expressar de forma a contrariar tudo vigora na sociedade atual. De dizer foda-se pro modo que a sociedade pensa a juventude, e assumir que vida pode ser boa agora, e que você não precisa esperar se aposentar pra ir onde quiser ou pensar o que quiser.

Não me venha dizer o que é música se você nunca mudou de humor ouvindo um som.

Não me venha dizer o que é certo e o que é errado. Esses conceitos abstratos foram criados por um sistema opressor que só quer te manter pagando as contas em dia e sendo um bom escravo moderno.

Não me venha dizer como ser feliz,

não me venha dizer como eu devo me divertir.

Só porque eu não me pareço com um artista de TV, não uso as drogas ou as roupas das marcas que eles usam, ou não tenho um carro, ou um G6 não significa que eu sou pior que ninguém.

...nem melhor.

Os valores estão perdidos. Mas...

A verdade está lá fora!


E não me venha falar de verdades. Ouse!

Ouse dizer "eu acredito" ao invés de "na verdade". Somente deuses e religiosos dizem verdades, e todos sabemos que nenhum deles é metade do que diz sobre si mesmo.

Não me venha dizer "o certo". Ouse dizer "eu faço assim" ao invés de ditar pros outros que a forma como você vive é a melhor pra todo ser vivente, porque não é.

A forma como você vive não é boa nem pra você mesmo.

Não existe uma forma boa de viver.


Só existe a vida em si.

E não me venha dizer "eu te disse". Por que as palavras são ecos abstratos de pensamentos perdidos no passado. Nunca foram e nem serão condizentes com a realidade de qualquer um. Você não foi, você não viveu. E mesmo que tenha visto ou vivido você não estava na minha pele.

O mundo muda a cada olhar. O mundo se transforma com aquele que o observa.


É com você mesmo que eu estou falando, espelho.

Você de terno e gravata, com a pasta de couro na mão.

Você de bermuda e camiseta, com seu pai pagando suas contas.

Você com esse seu cabelo cheio de química e com a cara mais pintada que um Picasso.

Hei, espelho. Eu falo com você.

Você não tem que ser feliz o tempo todo!


Negar que a tristeza faz parte da vida, ou dizer que não é normal sentí-la é tão sábio quanto amputar um membro saudável.

Você não tem que ter tudo que dizem. Você nem precisa de 10% das coisas que já tem.

Você não precisa que gostem de você. Ninguém nunca vai te amar da forma que você imagina. Por isso você precisa se amar primeiro.

Nunca deixe que ninguém seja mais importante que você, nem mesmo um Deus.


Questione:

Você não precisa acreditar em algo só porque te disseram,

ou porque "todo mundo acredita", ou só porque você leu na internet ou em outro lugar.

Sinta:

nem tudo é como descrevem.

Os livros erram, as pessoas mentem.


Descubra você mesmo.

...

- Eu não sou ninguém pra dizer como você deve viver a vida, espelho. Então, pare de me olhar e dê o fora daqui.

 

 

Comentários

Artigos populares