Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Futuro ministro de bolsonaro critica política de saúde mental.

Mandetta, médico futuro ministro da saúde de Bolsonaro declarou recentemente ao jornal O Globo que vai fazer questionamentos sobre a atual política de tratamento de saúde mental principalmente referente ao abuso de substâncias. Vamos bater um papo sobre isso? Segue o fio:



O deputado ainda questionou a reforma manicomial, um marco na política de saúde mental que humanizou o atendimento para pessoas com transtornos psiquiátricos que antes eram confinadas em instituições onde na maioria das vezes eram torturadas e mortas.


É interessante destacar que Mandetta, que é médico ortopedista, criticou a eficiência da política atual, mencionando o alto número de reincidências das pessoas atendidas e que vai consultar médicos e outros especialistas na área sobre o assunto.


Legal a gente ter em mente que entre 1960 e 70 somente o Hospital Colônia de Barbacena teria assassinado cerca de 60 mil pessoas supostamente com transtorno mental, além de ter vendido corpos para faculdades de medicina.

E esta …

Últimas postagens

Mamie Phipps - a psicóloga social que usou a ciência contra o racismo!

A residência Hill e a maldição da condição humana

Sobre Silvio Santos, autoridade e holografias

O Mundo Sombrio de Sabrina e o desenvolvimento da personalidade adolescente

Ilha de cachorros, uma crítica ao fascismo

Por que pessoas pobres estão elegendo políticos de direita?

Precisamos parar de chamar os eleitores do Bolsonaro de burros!

O que é robopsicologia?

Fui entrevistado pela Vice Brasil

Veja também: